RSS

Arquivo da tag: Rock in Rio

Rock in Rio I, o início

Com a magia do Rock in Rio pairando sobre a cidade do Rio de Janeiro nas últimas semanas, não poderíamos deixar de relembrar alguns fatos que marcaram a primeira edição do evento, há 26 anos. O início de tudo, que acabou ganhando repercussão mundial e, anos mais tarde, se tornando um evento internacional.

Dificuldades

Quando faltava apenas seis meses para a primeira edição, em julho de 1984, o empresário e idealizador do evento, Roberto Medina, quase desistiu do projeto. Tinha ouvido nãos de todas as 70 bandas que havia procurado. Os grandes astros da música não costumavam se apresentar na América do Sul.

Frank Sinatra

Com a recusa das estrelas da música, o publicitário mudou de estratégia e pediu ajuda ao astro de hollywood e cantor Frank Sinatra. Em 1980, Medina havia produzido um concerto com o cantor americano para um público de 180 mil pessoas, no Maracanã. Sinatra convocou uma coletiva de imprensa, em Los Angeles, e declarou que apoiava a realização do evento no Rio de Janeiro. No dia seguinte, a notícia de que a cidade sediaria o maior festival de música do mundo, se espalhou.

O Queen foi a primeira banda a assinar o contrato.

Rick Allen, baterista do Def Leppard, que já havia confirmado a participação, sofreu um grave acidente na noite do Ano Novo de 1985, em que teve o braço esquerdo amputado, ocasionando o cancelamento da banda.

Whitesnake, liderada por David Coverdale tocou em seu lugar.

Profecia

Na época, um boato se espalhou por todo país, segundo interpretações de Nostradamus, em janeiro de 1985 uma catástrofe se abateria sobre uma cidade da América Latina em meio a uma grande reunião de jovens. Dias antes do festival, o “Jornal do Brasil” publicou uma matéria dizendo “Nostradamus diz que vai afundar o Rock in Rio”. O pânico se estabeleceu.

Triunfo

Após tantos percalços, a realização na “Cidade do Rock”. O festival durou 10 dias com um total de 1 milhão e 380 mil espectadores. Todas as bandas se apresentaram durante dois dias.

Iron Maden foi a única banda que se apresentou apenas um dia.

Imagens rodaram o mundo, como a de Fred Mercury, vocalista do Queen, regendo o público que cantava love of my life.

No segundo show, o guitarrista Matthias Jabs, do Scorpions, homenagiou o evento com guitarra verde e com pequenas bandeiras do Brasil, parecida com a que está no logotipo do festival.

Após o festival, o músico presenteou o idealizador do evento, Roberto Medina, com o mimo.

A banda filmou e usou algumas imagens no videoclipe da versão ao vivo de Still Loving You, que na época era tema da novela Corpo a Corpo.   

Graças ao Rock in Rio o cantor James Taylor, emocionado, decidiu retomar sua carreira. O músico, que passava por problemas pessoais, pensava em abandonar a carreira. Em homenagem ao evento, Taylor compôs a música Only a Dream in Rio, que contem versos como “I was there that very day and my heart came back alive” (“Eu estava lá naquele dia e meu coração voltou à vida”).

AC/DC no Rock in Rio

Após o Rock in Rio, Leonel Brizola, então governador do Rio de Janeiro, ordenou a demolição da “Cidade do Rock”. 

Iron Maiden

Rock in Rio I (1985)
Segue abaixo a relação de todas as atrações e a programação de cada dia do primeiro festival.

Maria de Andrade

Mais informações sobre o primeiro Rock in Rio http://oglobo.globo.com/cultura/rockinrio/mat/2011/09/21/roberto-medina-lembra-de-suas-aventuras-com-primeiro-rock-in-rio-925411693.asp#ixzz1ZXyHaQhF

 
Deixe um comentário

Publicado por em 3 de outubro de 2011 em Rock

 

Tags: , , ,

Último dia do Rock in Rio


O Rock in Rio acaba hoje, com uma sensação de dever super cumprido e deixando uma expectativa de superação para o próximo, mas será que é possível?

Nesse ano, tivemos um Rock in Rio diferente dos outros, errou quem disse que só roqueiros iriam para a cidade do Rock.  Com um público muito mais abrangente, os 7 dias de espetáculos ficarão marcados na memória de todos os que foram prestigiar os shows nacionais e internacionais que contaram com vários nomes do Rock, do axé, da MPB e até de orquestras sinfônicas. Quem diria!

As participações marcantes foram: Rihanna, Katy Perry, Cláudia Leite, Milton Nascimento, Elton John, Sandra de Sá, Nx Zero, Red Hot Chili Peppers, Metallica, Slipknot, Ke$há, Stevie Wonder, Diogo Nogueira, Marcelo D2, Ivete Sangalo, Shakira, Jota Quest, Monogloco, Marron 5, Coldplay. Para encerrar, as escolhas não poderiam ser outras. Nada melhor do que Rock para fechar o maior evento de Rock do Rio. Hoje os shows serão dos Detonautas, Pitty, Evanescence, System of a Down e o tão esperado Guns N´Roses. Teria como ser mais eclético?

Depois de tanta expectativa e espera pela construção da cidade do Rock, não poderíamos deixar de notar, reportar e parabenizar, os detalhes nela contidos que foram essenciais para o sucesso do evento, como: A campanha Eu vou de ônibus, com o Rio Card do Rock in Rio, a tão comentada montanha russa, a roda gigante e os Palcos Sunset e Mundo, onde ocorreram as melhores apresentações.

Agora só nos resta esperar pelo próximo.

 
Deixe um comentário

Publicado por em 2 de outubro de 2011 em Música

 

Tags: